[NOTÍCIAS] Nasa estuda explorar a maior lua de Saturno com um quadricóptero em 2019

Nasa estuda explorar a maior lua de Saturno com um quadricóptero em 2019

Como meio de explorar a maior lua de Saturno, chamada de Titan, a Nasa vem estudando, desde 2014, a possibilidade de usar drones. Três anos depois, o Laboratório de Física Aplicada da Universidade John Hopkins criou uma proposta para a agência aeroespacial norte-americana.

Como a Nasa sugeriu anteriormente, o engenho espacial da Hopkins é um quadricóptero — ou quadcopter. A universidade afirmou que o seu drone Dragonfly é ideal para explorar a lua, dada a sua atmosfera densa e fraca gravidade, o que a torna perfeita para um voo mais pesado do que o ar. 

O quadricóptero é um helicóptero multirrotor com um motor e quatro rotores pequenos com uma hélice em cada extremidade. 

A missão do engenho implicaria passar de um local geológico para outro, examinando a superfície oceânica e a atmosfera da lua para ver o quanto o satélite natural seria viável para a habitação humana.

"A espectrometria de massa revelaria a composição da superfície e a atmosfera", diz a universidade em um relatório. "A espectrometria de raios gama mediria a composição do subterrâneo superficial. Os sensores de meteorologia e geofísica mediriam as condições atmosféricas, como o vento, a pressão, a temperatura e outros fatores, bem como a atividade sísmica. Além disso, uma série de câmeras caracterizaria a área geológica e natureza física da superfície da lua e ajudaria a encontrar locais de pouso."

Energia de um gerador

A questão da energia que o Dragonfly vai precisar para executar as missões na lua de Saturno não passa pelo Sol. Em vez disso, um Gerador Multimissão Termoelétrico de Radioisótopos será responsável por manter o engenho espacial no ar.

Em comparação com um engenho terrestre, a Universidade John Hopkins diz que o Dragonfly é muito mais eficiente porque pode voar de um local de teste para outro e proporcionar mais retorno sobre o investimento. Em algum momento ainda neste ano, a Nasa fará sua escolha para a missão vencedora das Novas Fronteiras. Se for escolhido, o Dragonfly deverá ser lançado em meados de 2019.

Fonte: Engadget

https://canalte.ch/T5D66

Exibições: 22

Responder esta

© 2017   Criado por Marcelo Gonzalez.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço